Coluna Clio

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
Clio é a musa da História na Mitologia grega.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

OS SIGNOS DO ZODÍACO


OS SIGNOS DO ZODÍACO





Cláudio Ptolomeu (Alexandria, 90-168) registrou 48 constelações em "Composição matemática" (volumes 7 e inspirado em Eudóxio de Cnido (350 a.C.). Os árabes traduziram e rebatizaram de "Almagesto".


Do século XVI ao XVIII astrônomos e cartógrafos adicionaram mais constelações às 48 de Ptolomeu, dentre eles exploradores do hemisfério sul.

Astrônomos:

Johannes Hevelius e Nicolas Lacaille (que batizou 14 constelações), dentre outros.

Cartógrafos:

Houtman, Keyser, Mercator e Plancious, dentre outros.

Navegador:

Américo Vespúcio

Origem dos Signos:

Áries: Velocino (carneiro de ouro) e deus Ares.

Touro: Zeus metamorfo levou a princesa Europa (esposa de Minus) da Fenícia para Creta, cruzando o mar mediterrâneo e gerando com ela o Minotauro.

Gêmeos: Castor e Pólux (também é o nome das estrelas mais brilhantes dessa constelação)

Câncer: Caranguejo esmagado por Héracles na batalha contra a Hidra.

Leão: Leão da montanha (1° trabalho de Héracles).

Virgem: Têmis (deusa da justiça/A original grega é Nêmesis, deusa alada da vingança da qual Têmis é apenas uma imitação romana)

Libra: Balança de Têmis.(Balança de Nêmesis)

Escorpião: Órion (node de outra constelação) é morto por um escorpião.

Sagitário: Caçador Croto e centauros gregos.

Capricórnio: Deus Pã (pai de Croto), um bode com rabo de peixe que pula no rio a fugir de Tífon. No Cristianismo ele é inspiração para o Demônio.

Aquário: Ganimedes, pastor raptado por Zeus para substituir Hebe (deusa da juventude no Olimpo, que servia o néctar).

Peixes: Eros e Afrodite pulam no rio Eufrates transformados em peixes a fugir de Tífon. (No filme "o ultimo mestre do ar" esse lenda é confundida com lenda chinesa e confunde-se os dois peixes com ying-yang. Possivelmente o ying-yang deve ser imitação de Eros e Afrodite.

ATEU POETA
O QUESTIONADOR

Fonte: Revista "Aventuras na História", edição 98/setembro-2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário